sexta-feira, 12 de junho de 2015

A História do Super Nintendo - Consoles

Super Nintendo Entertainment System, chamado também de Super Nintendo ou SNES, é um console de 16-bit lançado pela Nintendo na América do Norte, Brasil, Europa e Austrália, sua versão japonesa é chamada de Super Famicom. Na Coréia do Sul ele é chamado de Super Comboy e foi distribuído pela Hyundai Eletronics.
Super Famicom
Super Comboy

O Super Nintendo foi o segundo console lançado pela Nintendo, sendo que o Sintendo Entertainment System foi o primeiro. Diferente de seu antecessor, o Super Nintendo tinha gráficos melhores, um novo controle, melhores efeitos sonoros e mais algumas evoluções. Embora não tenha feito tanto sucesso quanto o NES, o Super Nintendo ainda era um grande competidor na era 16-bit, disputando com o Sega Genesis (também chamado de Mega Drive) e ultrapassando logo de cara o TurboGrafx-16.
Mais tarde, devido á sua grande capacidade, o SNES conseguiu se segurar durante a era 32-bit, enquanto a Sega e a NEC ja haviam lançado seus produtos. O sucesso do NSES pode ser atribuído ao fato de que a Sega abandonou o console 16-bit para ir ao 32-bit cedo demais, deixando esse mercado unicamente para a Nintendo.
O Super Nintendo presenciou o lançamento de inúmeros clássicos como Super Mario World, Super Metroid, Final Fantasy VI, Chrono Trigger, Donkey Kong Country, Street Fighter 2, The Legend of Zelda: A Link to the Past, Star Fox e Super Mario Kart. Esses títulos venderam milhões de cópias e ajudaram a Nintendo a se manter como líder dos consoles 16-bit. Empresas como Square-Enix e CAPCOM ajudaram a Nintendo a se manter no mercado.
O Super Nintendo Entertainment System foi lançado inicialmente no Japão com o nome de Super Famicom (o NES no Japão se chamava Famicom) em 21 de Novembro de 1990. Ele chegou na América em 1991 e na Europa e Austrália em 1992.

História e Desenvolvimento
O Nintendo Entertainment System estava liderando o mercado de jogos em seu lançamento. Perto do fim da era 8-bits, a Nintendo ainda estava lançando grandes jogos como Super Mario Bros 3, que se tornou um dos maiores sucessos da Nintendo. Vários competidores da Nintendo estavam tentando vender seus produtos mas sem o sucesso do NES, e então passaram a desenvolver consoles melhores e com mais potência, fazendo a Nintendo se atualizar para entrar na competição.
O primeiro console 16-bit foi o TurboGrafx-16 (também chamado de PC Engine), desenvolvido pela Hudson Soft e a NEC Corporation e lançado em 1987, três anos antes do Super Famicom ser lançado no Japão. Em 1988 a Sega lançou o Sega Genesis, que se mostrou um grande competidor contra o TurboGrafx-16. Conforme a competiçaõ continuava e mais jogos foram sendo lançados, as vendas do NES começaram a cair. A Nintendo percebeu que ela teria que trabalhar rápido e desenvolver um novo console se quisesse continuar no mercado de jogos, e então começou o desenvolvimento do Super Nintendo Entertainment System.
Protótipo do Super Famicom

Agora o aposentado trabalhador da Nintendo Masayuki Uemura voltou para a Nintendo para liderar o desenvolvimento do novo console. Ele tinha trabalhado no design do Famicom. A Nintendo finalmente lançou o Super Famicom no Japão no dia 21 de Novembro de 1990 com o preço de ¥25,000. No primeiro dia a Nintendo lançou um carregamento de 300,000 SNES que foram vendidos em algumas horas. Os carregamentos do console foram feitos em segredo para não chamar a atenção da Yakuza, que poderia roubar os consoles e vende-los. Os consoles continham dois jogos vendidos separadamente, Super Mario World e F-Zero.
Super Mario World, o sucessor de Super Mario Bros 3 introduziu Yoshi, o companheiro de Mario. E F-Zero fez uso de um novo e potente software que impossibilitaria o jogo de ser lançado no NES.
Devido ao enorme sucesso do Super Famicom, diversas empresas que lançaram seus jogos para o Famicom começaram a apoiar a Nintendo lançado seus jogos para o novo console.
Os lançamentos e apoio das empresas eventualmente levariam o Super Nintendo ao topo de vendas. Com o apoio de empresas como a Square Enix (com Chronno Trigger, a série Final Fantasy e a série Dragon Quest) e a CAPCOM (com Street Fighter 2 e Mega Man X), o sucesso do console era garantido. Outras empresas na América do Norte e Europa mais tarde começariam a lançar seus jogos para o SNES, como a Mdway (com Mortal Kombat e NBA Jam). Contudo, os maiores sucessos do console foram desenvolvidos por empresas japonesas.
Nintendo lançou o Super Nintendo Entertainment System na América do Norte em 23 de Agosto de 1991 com o preço de $200. Ao contrário do Japão, a Nintendo da América colocou Super Mario World junto com o console de graça, assim como fizeram com Super Mario Bros para o NES. Quando o console foi lançado na América do Norte ele ja continha mais títulos como Pilotwings, Gradius 3 e SimCity.
Embora não tenha sido um grande lançamento, o console vendeu milhões pela América. O SNES não foi feito pela Nintendo Japonesa, mas sim por um homem chamado Lance Barr, que também fez o design americano para o NES.
Um ano após seu lançamento na América do Norte, ele foi lançado para a Europa e Austrália. A versão européia do console era quase a mesma que a versão japonesa, mantendo suas cores e formato, seus botões tinham as cores, vermelho, azul, amarelo e verde, enquanto a versão americana tinha apenas dois tons de roxo, um tom mais claro para os botões de cima e mais escuro nos botões de baixo (segundo Lance, essas cores diferentes eram para facilitar a diferenciação dos botões X e Y na parte de cima e os botões A e B na parte de baixo). Após seu lançamento em países grandes, a Nintendo começou a distribuir seu console pelo resto do mundo, fazendo grande sucesso no Brasil e Coréia do Sul.

Jogos
O Super Nintedo fez um grande sucesso devido ao seu grande número de jogos AAA desenvolvidos pela própria Nintendo e por várias empresas pelo mundo. Jogos desenvolvidos pela própria Nintendo que fizeram grande sucesso incluem Super Mario World, Donkey Kong Country, Super Mario Kart, The Legend of Zelda: A Link to the Past, Star Fox, Super Mario World 2: Yoshi's Island, F-Zero, Super Metroid, Pilotwings entre outros.
Outras empresas dentro e fora do Japão também lançaram grandes títulos para o SNES, as que mais se destacaram foram a CAPCOM, Midway e Square Enix que lançaram jogos como  Fantasy IV-VI, Chrono Trigger, Dragon Quest VI, NBA Jam, Street Fighter II, jogos da Disney e vários outros.
Com o lançamento do GameBoy Advance, vários clássicos do NES e do SNES foram relançados para o GBA, incluindo Super Mario Bros. 2-3, Super Mario World 1-2, The Legend of Zelda: A Link to the Past, todos os Final Fantasys lançados para SNES até o momento, os três jogos de Donkey Kong Country entre outros.
O Nintnedo DS também reaproveitou clássicos do SNES como Chronno Trigger, Kirby Super Star Ultra e Final Fantasy VI, e mesmo sendo jogos com mais de 10 anos de lançamento, eles fizeram um grande sucesso. Kirby Super Star Ultra foi um remake de Kirby Super Star e fez mais sucesso que os outros dois Kirbys lançados para essa plataforma.
Top 10 jogos de SNES:
Essa lista foi feita baseada nas 10 melhores vendas em todo o mundo.
  1. Super Mario World - 20 milhões de cópias
  2. Donkey Kong Country - 8 milhões de cópias
  3. Super Mario Kart - 8 milhões de cópias
  4. Street Fighter 2: The World Warrior - 6,3 milhões de cópias
  5. The Legend of Zelda: A Link to the Past - 4,6 milhões de cópias
  6. Donkey Kong Country 2: Diddy's Kong Quest - 4,3 milhões de cópias
  7. Street Fighter 2 Turbo - 4,1 milhões de cópias
  8. Star Fox - 4 milhões de cópias
  9. Super Mario World 2: Yoshi's Island - 4 milhões de cópias
  10. Dragon Quest VI: Realms of Reverie - 3.2 de cópias
Recepção e legado
Hoje o Super Nintendo é um dos maiores orgulhos da Nintendo. Quando críticas e pesquisas são feitas listando os melhores consoles ja lançados, é comum ver o SNES entre os melhores da lista.
Durante a sétima geração do videogame (PS3, Xbox 360 e Wii), a IGN postou um artigo em seu site listando os 25 melhores consoles ja lançados até o momento. O Super Nintendo ficou em quarto colocado, atrás apenas do PlayStation 2 (em 3°), Atari 2600 (em 2°) e seu antecessor, NES (em 1°). Sobre o SNES a IGN disse que "quando se trata de uma pura concentração de jogos AAA, poucos consoles, se é que há algum, podem competir com o SNES".
O Super Nintendo foi o ultimo console que teve diferentes designs para o Japão e América do Norte.
Vendas:
O Super Nintendo teve uma performasse fenomenal, vendendo 49,10 milhões de unidades em todo o mundo (tendo 23,35 milhões de cópias na América do Norte e 17,17 milhões de cópias no Japão).
Os jogos lançados para o console também venderam bem, o maior sucesso foi Super Mario World, mas seu sucesso é associado ao fato de que o jogo veio acompanhado ao console em vários países do mundo. Os que mais se destacaram sozinhos foram Donkey Kong Country e Super Mario Kart com uma estimativa de 8 milhões de cópias cada um.