sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

A História do NES - Consoles

Lançado em 1983, o Nintendo Entertainment System (NES), também chamado de Nintendo Family Computer (Famicom) no Japão e Hyunday Comboy na Coréia, é o sucessor dos Color TV Games da Nintendo lançados entre 1977 e 1980, e o primeiro console de mesa da Nintendo. É um console 8-bit que deu origem à grandes franquias no mundo dos jogos como Mario, The Legend of Zelda, Mega Man e Final Fantasy.
Com cerca de 62 milhões de cópias vendidas ao redor do mundo, esse foi o console com o maior número de vendas da Nintendo até 2010, quando o Wii foi lançado.
Apesar do jogo Duck Hunt ser o escolhido para ser vendido junto ao console, os jogos de maior sucesso do console foram os da série Super Mario Bros, sendo que Super Mario Bros 3 vendeu mais de 18 milhões de cópias em todo o mundo.
O console continuou fazendo sucesso até que companhias rivais como a SEGA, começaram a lançar seus consoles, e foi então que em 1991, a Nintendo lançou o sucessor do NES, o Super Nintendo.

História e Desenvolvimento
O NES é um console icônico que apresentou grandes avanços na indústria do videogame, com jogos icônicos e as franquias mais lucrativas. Pode-se dizer que o NES foi o que reascendeu a indústria do videogame depois da queda de vendas do Atari e com o lançamentos de jogos cada vez piores para esse console, que aos poucos foi perdendo sua força. O NES levou o videogame a um novo patamar, com uma aparência melhor, jogabilidade melhor, novas funcionalidades que antes não existiam (como a opção de salvar um jogo) e jogos que te faziam sentir que você era o herói, apresentando um enredo (mesmo que não tão profundo) e objetivos.
A Nintendo criou sua própria marca no mundo dos jogos com o lançamento de jogos como Donkey Kong, a série Game & Watch e os Color TV Games. Mario se tornou o personagem mais bem conhecido da Nintendo e também do mundo dos jogos. Depois das máquinas Arcades, as companhias começaram a criar consoles de mesa para que as pessoas pudessem jogar seus jogos favoritos em sua casa, dentre outros jogos feitos exclusivamente para console. A Nintendo licenciou seus jogos populares para outras empresas, e logo, Donkey Kong se tornou um dos jogos mais populares da década de 80, aparecendo no console ColecoVision e Atari.
A Nintendo logo anunciou planos para lançar console próprio no Japão chamado Famicom, ou Family Computer. O projeto foi liderado por Masayuki Uemura, que queria inicialmente criar um console 16-bit com leitor de disquete, mas como essa era uma tecnologia complicada para a época, eles decidiram criar um console 8-bit. De acordo com Uemura, Hiroshi Yamauchi, que era o presidente da Nintendo, o chamou e disse que a série Game & Watch não iria durar, e eles precisavam de um novo produto. Yamauchi fez diversos requerimentos para o novo produto, dizendo que queria um console que pudesse ser ligado à TVs e com diversos jogos.
A Nintendo lançou o console em 1983 no Japão. Foi o primeiro console da Nintendo com a capacidade de rodar diversos jogos diferentes. Para conseguir um bom número de vendas, a Nintendo recriou seus jogos populares de arcades como Donkey Kong e Donkey Kong Jr. para a plataforma. Eles também criaram um jogo da série Popeye. Uma curiosidade, Shigeru Miyamoto originalmente queria que o jogo Donkey Kong fosse com os personagens de Popeye, mas ele não conseguiu os direitos autorais para isso. Depois do sucesso da Nintendo, não é surpresa que eles conseguissem os direitos da série, mas Miyamoto não estava envolvido no projeto.
o conceito inicial do NES
Os primeiros pacotes do Famicom vieram com glitchs e faziam os jogos travarem, e a Nintendo imediatamente parou as vendas e substituiu o hardware do console por um novo, depois disso, o Famicom se tornou o console com maior número de vendas. Depois de diversos lançamentos de sucesso no Japão, a Nintendo considerou a ideia de lançar o console para o resto do mundo. A Nintendo ja começou com sucesso na América do Norte com o jogo Donkey Kong se tornando um dos jogos mais vendidos. Os jogos do Game & Watch fizeram um sucesso moderado, mas em 1983, quando o Famicom foi lançado, a indústria de jogos não estava fazendo grande sucesso, e o Atari, console mais conhecido da época, faliu naquele ano e perdeu todo seu valor.
Os jogos que estavam sendo lançados no console rapidamente estavam perdendo interesse entre os consumidores, e a maioria dos jogos, como a adaptação de Pacman e o jogo baseado em E.T (considerado o pior jogo da história), vieram com qualidade cada vez pior. A Atari rapidamente perdeu sua credibilidade, e pouco depois, toda a indústria de jogos entrou em colapso.
Apesar da Nintendo estar fazendo um grande sucesso no Japão, não se pode dizer o mesmo na América, a Nintendo não estava trazendo nenhum novo jogo Arcade e as vendas da série Game & Watch estavam caindo cada vez mais.
o conceito inicial do Advanced Video System
O presidente da Nintendo da América, Minoru Arakawa, tinha que fazer algo a respeito, em uma tentativa de competir com a Atari, a Nintendo lançou um novo console chamado Nintendo Advanced Video System, mas não fez sucesso, várias tentativas de lançar o produto no mercado sempre falhavam, e a Nintendo eventualmente começou a lançar jogos do Famicom em arcades com um hardware similar ao Famicom.
Em junho de 1985, a Nintendo anunciou que o Famicom seria lançado na América com o nome de Nintendo Entertainment System, e a Nintendo tentou diferenciar seu console da Atari o máximo possível, sabendo que uma associação com a empresa afetaria as vendas negativamente. O que se provou verdade, poucas pessoas confiavam na indústria do videogame, e as vendas iniciais foram baixas, então a Nintendo fez um acordo com as lojas, dizendo que ela compraria de volta os consoles não vendidos. Ela lançou os primeiros consoles nas lojas de Nova York, e os lojistas relutantemente concordaram em vender, e para convencer os comerciantes, a Nintendo usou o argumento de que o NES era mais um brinquedo do que um videogame, e acessórios como o robô R.O.B. apoiavam a ideia.
Em outubro de 1985 a Nintendo lançou um novo pacote de consoles com o jogo Super Mario Bros junto, o que ajudou bastante nas vendas, e a Nintendo conseguiu vendar 90% dos consoles lançados. Em fevereiro de 1986 a Nintendo anunciou que venderia o console em mais países devido ao seu enorme sucesso na América.
Depois de fazer sucesso em dois continentes diferentes, a Nintendo decidiu focar também na Europa e Austrália. Não foi a própria Nintendo quem distribuiu o console nessas regiões, mas sim outras empresas, como na Coréia do Sul, onde o console foi vendido pela Hyundai sob o nome Comboy.
Hyundai Comboy
Foi em 1987 que a Nintendo decidiu criar sua própria sede na Europa e vender seus produtos por conta própria.
Devido à rivalidade da SEGA, o interesse no NES começou a diminuir, e na década de 90 a Nintendo decidiu que era hora de lançar um novo console, nesse ponto a Nintendo ja tinha lançado seu Game Boy e ja planejava o lançar o sucessor do NES, o Super Nintendo Entertainment System. A Nintendo tinha planos para além do NES, e esperava executa-los. Enquanto o console vendesse a empresa continuaria a distribuí-los, apesar de ja ter iniciado a produção do SNES (ou Super Famicom, no Japão). Em 1993 a Nintendo lançou o NES-2 (ou NES-101) que corrigia alguns erros apresentados na primeira versão, mas não fez muito sucesso pois em 1990 o Super Famicom foi lançado no Japão e em 1991 o Super Nintendo foi lançado na América do Norte.
Na metade da década de 90 o interesse pelo NES ja tinha diminuído bastante, e o ultimo jogo lançado para o console na América foi Wario's Wood (Wario's Wood foi o único jogo do console com a classificação feita pela ESRB). Em 1995 a distribuição do NES parou por completo, e no ano seguinte veio o sucessor do SNES, o Nintendo 64. Contudo, no Japão tanto o Famicom quanto o Super Famicom continuaram a ser vendidos, e a distribuição só parou em setembro de 2003, e devido à falta de peças, a Nintendo parou de reparar os Famicoms em 2007. Com o lançamento do Wii em 2006, a Nintendo começou a vender jogos do NES na loja virtual do console.
Jogos
A Nintendo foi a principal distribuidora de jogos para o NES, e os jogos da produtora estavam entre os melhores que o console poderia oferecer, e naturalmente, os ocnsoles da Nintendo foram os que mais venderam. Os primeiros jogos feitos foram remakes de jogos ja existentes em arcades como Donkey Kong, Donkey Kong Jr., Mario Bros e Donkey Kong 3. Eventualmente a Nintendo começou a produzir jogos exclusivos para o console como Excitebike e Mike Tyson's Punch-Out!!.
Vários jogos fizeram uso de acessórios, por exemplo, Duck Hunt podia ser jogado com o NES Zapper, e Gyromite and Stack-Up fizeram uso do R.O.B. Mas o jogo de maior sucesso para o console foi sem dúvida Super Mario Bros, que foi o responsável pelo sucesso do console na América, e pelo sucesso do jogo, não demorou muito até a Nintendo lançar sequências, como Suér Mario Bros 2 e Super Mario Bros 3. Uma curiosidade, Super Mario Bros 2 não foi lançado oficialmente na América, ao invés disso, a Nintendo pegou as fases do jogo Doki Doki Panic e colocou os personagens de Mario, e o lançou como Super Mario Brios 2, o jogo oficial só chegou na América em 1993 com o nome Super Mario Bros.: The Lost Levels.
Shigeru Miyamoto, a mente por trás de Super Mario Bros, também criou outra grande franquia da Nintendo, a série The Legend of Zelda. Apesar de não ter feito tanto sucesso quanto Super Mario Bros, o primeiro jogo ainda fez bastante sucesso vendendo 6 milhões de cópias em todo o mundo. A sequência, Zelda II: The Adventure of Link, não fez tanto sucesso quanto a primeira. Enquanto isso, Gunpei Yokoi e sua equipe criaram as séries Metroid e Kid Icarus, sendo que Metroid se tornou a franquia mais conhecida. Gunpei Yokoi também foi o responsável pela série Fire Emblem, mas nunca chegou a ser lançado fora do Japão.
Mas a Nintendo não foi a única produtora de jogos para o NES, outras empresas, umas novas e outras antigas afetadas pelo desastre dos anos finais do Atari, também começaram a produzir para o console. A Hudson Soft (atual Konami Digital Entertainment) foi a primeira empresa Third Party a produzir para o console, sendo o jogo Lode Runner seu primeiro jogo para o Famicom. Pouco tempo depois, a Namco também decidiu apostar no NES.
Em julho de 1985, pouco tempo antes do NES ser lançado na América, a empresa Enix (atual Square Enix) também decidiu criar jogos para o Famicom. O primeiro jogo dessa empresa para o Famicom foi o jogo Door Door, mas o sucesso verdadeiro da empresa veio com a franquia Dragon Quest. Mais tarde naquele mesmo ano, a CAPCOM e a Square se uniram para criar o Mega Man e Final Fantasy.
Top 10 jogos mais vendidos
  1. Super Mario Bros (40,23 milhões de cópias)
  2. Duck Hunt (28,31 milhões de cópias)
  3. Super Mario Bros 3 (17,28 milhões)
  4. Super Mario Bros 2 (7,43 milhões)
  5. The Legend of Zelda (6,51 milhões)
  6. Tetris (5,58 milhões)
  7. Dr. Mario (4,85 milhões)
  8. Zelda 2: The Adventure of Link (4,38 milhões)
  9. Excitebike (4,16 milhões)
  10. Teenage Mutant Ninja Turtles (4 milhões)
para ver a história de mais consoles, clique aqui.